Pesquisar este blog

domingo, outubro 05, 2008

é aborto de verso e de filho

é aborto de verso e de filho
é sangue de plástico
e de paixão

é saco plástico
e coronária

papel e carne
presos na palavra
de verso concreto
de tijolo e pedra

é veia e intento
presos no útero vago
de uma prenhes
finda.

Um comentário:

PHYLOS disse...

é claro que gosto é bem particular. mas acho que o verso precisa ser mais esmiuçado.
Abr cordial e fique a vontade para comentarios.