Pesquisar este blog

domingo, agosto 29, 2010

alegoria

















desfilou sozinho
tal quem impera
sambou soberano
sem ter alegoria
para se vender

e recordei-me
que se vangloriava
pelas madrugadas
black in roll
cheio de gim e de si

agora vejo-te
lágrima
disfarçada
de riso, em plena avenida
dizendo soul-te
até o fim, baby
até o fim.


(inspirada no poema homônimo de Leonardo Quintela)

2 comentários:

Lud disse...

ia fazer um comentário, mas acho que minha interpretação foi diferente do sentido do poema.
Sempre leio seus poemas, são muito bons!




http://guarda-chuvaroxo.blogspot.com

Felipe Marques disse...

escritas musical

um belo soul funk blues!

bjo