Pesquisar este blog

quarta-feira, junho 04, 2014

voraz



cravei-te
em minha
boca falida

      que beija-te o falo
     e quer-te a vida!

Um comentário:

Ivan Silva disse...

Que arrebate de poema! Lindo. E o desenho também. Quem fez?