Pesquisar este blog

quinta-feira, abril 19, 2007

Óleo fervente
Cicuta
Escuta o mal invadir
Não feche os olhos
Não vai permitir
Assistirá tudo
Verá sua carne
Sendo preparada
E sentirá
O tremer involuntário
A contração dos nervos
Óleo fervente
Gota a gota
Em sua pele alva
E se gritar
Deus te salva?
Há opções
Tome a cicuta
E poupa-te de sofrimento
Aceita que essa é a sina
De quem vive
Tendo fé ou não.
Óleo fervente
Ou cicuta?
Veja o que te cabe
Tome prumo
Escolha
Ou deixe ser escolhido
Conforme-se com sua condição
Crente ou pagão
Seu corpo está entregue
Às dores mundanas
Hão de corroer suas esperanças.
Óleo fervente
Ou cicuta?

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS E A PROPRIEDADE INTELECTUALCopyright © 2007. É proibida a venda ou reprodução de qualquer parte do conteúdo deste site. Este texto está protegido por direitos autorais. A cópia não autorizada implica penalidades previstas na Lei 9.610/98.

7 comentários:

Anelise disse...

óleo quente, prefiro morrer tentando.

Aerodrama disse...

Faz tempo que não circulo por essas bandas, e fico muito feliz em ver que continuas a produzir com tamanha qualidade!

Eu prefiro a cicuta, não nasci para as dores, não sou ferrenho idealista, não me importa Deus ou o Diabo(agarro-me no sol na intenção de beijar a lua)... Estou aqui para cantar e não berrar.
Um copo de cicuta por favor!

Infelizmente estou com um bloqueio de meses.... não consigo escrever nada

Leandro Jardim disse...

:S CARACA! Bom, mas... caraca! hehe

beiJardins

arethuza disse...

oieee...
encontrei seu blog entre amigos...
e ...nossa! adorei!
sucessos***

Michel disse...

Não saberia o que escolher.

cabidela digital disse...

Sempre que existe a opção existe a dúvida. Cicuta ou óldeo fervendo?

Se escolher for a solução, não existe problema.
Mas se escolher for o problema, existirá solução?
abs
p.s.
gostei do seu blog. Voltarei!

Alexandre disse...

Escolher também é doloroso às vezes!