Pesquisar este blog

sábado, março 04, 2006

Uma vida cinza
Escrita com mãos pálidas
Com unhas carmim
Os olhos apáticos
Poemas traumáticos,
Linfáticos,
Catatônicos...
A miopia desconhece
A vastidão inóspita
De uma vida entre o negro
E o nada.
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS E A PROPRIEDADE INTELECTUALCopyright © 2006. É proibida a venda ou reprodução de qualquer parte do conteúdo deste site.

5 comentários:

Claudio Eugenio Luz disse...

Antes tarde do que nunca, estou aqui para lhe dizer que está entre os meus favoritos.

hábraços

claudio

Flavyann disse...

Cara Larissa

Palavras que soam tristeza, desespero, amargor. Mas que se tornam belas por ser uma poesia.
Beijos

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Oi!

Grato pela visita lá no BALAIO DE LETRAS. Volte sempre.

*CC*

Márcio Bezerra disse...

adorei o poema, abraços, é que to com pressa, haa! tá linkada lá...

Valéria disse...

olá... vim até aqui por uma indicação pessoal do Claudio Eugênio Luz...e.. menina! que bom que ele indicou! sua poesia é intimista e visceral... fiquei aqui um bom tempo...lendo e sentindo e voltarei!
um beijo
Valéria