Pesquisar este blog

sábado, maio 06, 2006


Depois que parti de mim
Escrevo cartas intensas
Sem fim
Rabiscos tortos
Inúteis
E essa casca
Convalescente
Insiste em gritar,
Chorar, sofrer,
Clamar pelo que já fui
Mas esse que observa
Já não quer mais voltar
Busca ainda seu rumo
Está preso a esse tema
Fatídico e ignóbil
Como as canções repetidas
Em semitom
Não mais
Não mais.
A ilustração é de minha autoria.

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS E A PROPRIEDADE INTELECTUALCopyright © 2006. É proibida a venda ou reprodução de qualquer parte do conteúdo deste site. Este texto está protegido por direitos autorais. A cópia não autorizada implica penalidades previstas na Lei 9.610/98.
Convido você leitor, para que visite meu blog de prosa:

11 comentários:

Rumour disse...

ohhhh nudy nuderson....

Larissa Marques disse...

Se alguém entendeu o comentário, traduza pra mim!

eduardo disse...

Adorei. Seu poemas são sublimes.

Isac disse...

Olá Larissa. Como sempre os poemas cheios de sentimentos e sensações se transportando para a gente. Abraçu du Isac!

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Beijos do *CC*

Márcio Vandré disse...

Bem a cara do povo.
O comodismo é latente e apesar de alguns falarem que querem mudar, ficam só no falar. É triste.

Ótima a sua poesia. :)

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Finalmente!
Hehehehe...

Edilson Pantoja disse...

Oi, Larissa! Obrigado pela visita a meu humilde Albergue, também pelo comentário. Um elogio seu é alguma daquelas coisas que a propaganda de cartões de crédito diz não ter preço.

Quanto ao poema, a arte é transcendência. Sempre foi. Sempre será. Partir de si é autotranscender-se. E que rabiscos maravilhosos produz sua arte, sua transcendência!
Abraços de Belém!

l. rafael nolli disse...

Larissa, o poema é, como sempre, muito bom. Gosto dessa sua levada, bastante musical. Agora o desenho é sublime. Muito bonito mesmo! Achei muito interessante esse seu talento que eu desconhecia! Adorei!

Alexandre disse...

Uau. Bela ilustração! Fiquei com vontade de ter uma sua aqui no meu blog também!!!! Heheh!
Quanto ao poema. Sublime!

Claudio Eugenio Luz disse...

Além de poeta e prosadora, grande ilustradora!!

hábeijos